terça-feira - 22/maio/2018
Inicio >> América >> Economizando tempo e dinheiro na Disney

Economizando tempo e dinheiro na Disney


O megacomplexo  da Disney World em Orlando é verdadeiramente uma cidade em si. Um conglomerado de parques, hotéis e centros de lazer e comerciais além de outros tantos parques que não pertencem a Disney mas que converteram Orlando no centro de lazer familiar dos Estados Unidos. Se está pensando em passar alguns dias em suas próximas férias, deixamos aqui alguns conselhos para economizar tempo e dinheiro.

Quando ir?

Escolher a data da viagem é fundamental. Aqui entram muitas variáveis a se considerar, desde sua disponibilidade de dias livres até evitar os momentos em que os parques se enchem por completo.  Os melhores meses para ir são abril, maio, junho, setembro e outubro, quando os parques estão menos saturados de visitantes. Em 2011 estivemos por lá no final de abril e no começo de maio e foi muito tranqüilo, já este ano fomos em julho e depois do dia 15 a coisa começou a complicar. Outro momento a ser evitado são os finais de semana, procure evitar os parques nos finais de semana, são os dias em que ficam mais lotados, aproveite para fazer compras nos outlets que não devem nada para Miami.

Quanto tempo ficar?

Uma coisa é certa, não importa a quantidade de dias que dedique, você sempre achará que faltou algo. Como dito antes, além dos parques da Disney existe uma infinidade de ofertas anexas: parques aquáticos, aquários, estúdios de cinema, etc. Estude as alternativas e o que mais te interessa e seja conveniente, isso tudo depende também de como seu grupo está formado. Se tem filhos muito pequenos, lembre-se que existem atrações e áreas especialmente preparadas para eles, mas as outras estarão proibidas, portanto programe-se com sua esposa ou seu marido o revezamento para cuidar dos filhos enquanto um dos dois desfruta das atrações onde as crianças não podem entrar.
Organize uma agenda preliminar (não é o caso de levar tudo pautado) que te ajude a estabelecer onde buscar o hotel adequado para que não fique tão longe das principais atrações que irá visitar, pode também comprar as entradas antecipadamente, evitando assim as filas de acesso.

Compre os tickets necessários

Parece mas não é óbvio uma vez que tenha suas prioridades, estude bem todas as opções de pacotes de entradas combinadas. Também não é uma tarefa tão simples já que existe uma infinidade de passes e combinações possíveis, se estudá-las bem e com seu roteiro preferido em mãos, poderá economizar uns bons dólares.

Prepare seu roteiro

Os parques da Disney são enormes. Se for sua primeira visita, leve um roteiro básico do que você quer visitar em cada parque,se fizer isso a olho irá perder um bom tempo e isso é dinheiro… Em todos os parques você ira encontrar os mapas, inclusive em português, mas você pode planejar antecipadamente as atrações desejadas baixando da internet os mapas de diversos parques. Isso já será um motivo a mais de entusiasmo antes mesmo de sair de casa.
Uma vez nos parques, tenha em mãos o guia dos horários do dia e da semana disponíveis para uma parada por exemplo. Irá servir também para organizar o final do dia e não perder os espetáculos de luz e som.

Adquira um FastPass

Muitos querem repetir uma atração favorita, mas ao ver as enormes filas acabam se desencorajando. Uma boa alternativa é usar o FastPass, um ticket gratuito que se encontra nas principais atrações. Ele permite agendar entre um horário predeterminado para uma atração e entrar por uma fila muito menor. Quando você for visitar uma atração, irá reparar que tem 3 filas, da entrada geral, da entrada com FastPass e a das máquinas para retirar o FastPass. Escolha bem a atração que você quer para utilizá-lo, pois a partir do momento em que você imprimiu um, existe um período de tempo para que possa imprimir outro, basta olhar no ticket a partir de que horário você poderá adquirir outro.

Vantagens para quem está sozinho

Se estiver viajando sozinho ou se apenas você quer encarar uma determinada atração, aqui vai uma dica muito importante e que muita gente talvez nem saiba. Muitas atrações tem uma fila especial para os individuais, ou seja, não terá que esperar a acomodação de 3 ou 4 famílias  numerosas diante de você. Em atrações como Mission Space ou Test Track encontrará essa opção, chama-se Single Ride.

A hora da comida

Aqui não há muito mistério. Não é permitido entrar com comidas e nem bebidas, portanto deverá ser consumido o que é oferecido nos parques (diversos tipos de serviços e menus). Claro que em sua mochila poderá levar algum lanche ou biscoito, além da tradicional garrafinha de água que você pode comprar em qualquer supermercado.

O melhor é comer em horários diferentes do habitual para evitar as famigeradas filas. Para o almoço talvez o melhor seja por volta das 14 h, já para a janta a partir das 20 h é um bom horário.
Se estiver hospedado em algum dos hotéis da Disney, considere o “meals ticket” que por uns 35 dólares diários para um adulto dão o direito de comer em um restaurante, em um fast food e um lanche. Também pode se utilizar os créditos deste abono para trocá-los por bilhetes para obras de teatros musicais dentro da Disney.

Se alguém tiver mais alguma dica importante, fique a vontade para deixar nos comentários.

LEIA TAMBÉM

AS 25 MELHORES PRAIAS DO MUNDO

  Todos nós podemos concordar que com este “calorzão”, a ideia de ir para praia …

Deixe uma resposta