O Museu Romântico do Porto

O Museu Romântico do Porto


Não há duvidas que o Porto é uma das mais belas cidades em Portugal, que nos reserva uma surpresa atrás da outra. Uma delas é o Museu Romântico da Quinta da Macieira. Ele evoca o interior de uma casa do século XIX e os distintos aspectos das artes decorativas do período. O habitante mais ilustre da Quinta foi Carlos Alberto, rei de Piemonte e da Sardenha.

Alguns cômodos foram restaurados e contém mostras de seus efeitos pessoais. Em geral podemos dizer que a recriação da época com móveis, elementos decorativos e outros fatores, podem nos levar a uma viagem no tempo. O guia, em português, nos explica o mais destacado das salas distintas: entrada, salão de baile, capela, dormitórios, entre outros.

Sabe-se que esta casa pertencia ao Engenheiro Antonio Ferreira Pinto Basto. Em 1849 o Rei Carlos Alberto de Piemonte veio habitar nela em seu breve tempo de exílio até a sua morte. A cidade do Porto, que adquiriu a casa e o terreno, decidiu estabelecer aqui o Museu Romântico, dedicado a memória do Rei e a burguesia do Porto, que teria um papel  importante no progresso do século XIX, tanto no âmbito econômico como no cultural e político.

O museu, inaugurado em 1972, se encontra na Rua de Entrequintas, 220, próximo ao Palácio de Cristal. Abre de terça a sábado das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Aos domingos abre das 14h00 às 17h30. Nos finais de semana a entrada é gratuita.

Deixe uma resposta